Bitcoin, a moeda digital que está ganhando o mercado

Bitcoin, a moeda digital que está ganhando o mercado

relevante na internet
Como ser relevante na internet
junho 22, 2017
Show all

Bitcoin, a moeda digital que está ganhando o mercado

bitcoin

O QUE É BITCOIN?

Você já ouviu falar em Bitcoin? Se não, vou explicar: É uma forma de dinheiro cujo não é emitido por nenhum governo, exatamente por ser digital. É uma forma rápida e segura para vendas e compras online e até mesmo fechar negócios. Poderia dizer que ela é uma moeda barata, mas não. Há alguns anos atrás, sim era “barata”, poderia valer uns R$ 30,00 ou até menos. Mas ocorreu uma grande reviravolta.

A VALORIZAÇÃO

Com o crescimento do mercado digital e também, as compras e vendas das Bitcoins através de negócios, a moeda foi muito valorizada, fazendo com que seu valor crescesse de uma forma gradativa, intensa e rápida. Hoje ela vale em média de R$ 9016,00. Isso mesmo, você não leu errado! R$ 9016,00

BITCOIN *MERCADO DIGITAL DE COMPRA E VENDA DE BITCOINS

Com a valorização, pessoas ficaram milionárias sem saber do dia para a noite, literalmente. Existem várias matérias e entrevistas de quem havia investido pouco na moeda há anos e hoje, conquistou muito dinheiro.

Especialistas apontam que ela será ainda mais valorizada, porém só o mercado financeiro e o tempo irão mostrar isso.

 

 CONSEQUÊNCIAS DA VALORIZAÇÃO

Obviamente, nem tudo é tão perfeito quanto parece. A moeda valorizou, pessoas estão ganhando dinheiro, mas, o número de cybercrime aumento de forma gradativamente.

  • O QUE É UM CYBERCRIME?
    Assim como o crime que vemos diariamente, o cibercrime é muito parecido, porém tudo digitalmente e de uma forma mais pessoal. São práticas que ocorrem, e muitas vezes é impossível encontrar o autor daquele crime.
    Entre os cybercrimes podemos incluir, Pornografia infantil, lavagem de dinheiro, Ciberterrorismo, Ciberativismo e roubo.
  • O QUE A BITCOIN TEM A VER COM CYBERCRIME?
    Tem tudo a ver! Por meio de vírus e programações, os criminosos acessam os dados da pessoa, bloqueiam/ apagam/ somem, e em troca é necessário pagar em Bitcoin. Ou seja, bem caro!
    Para entender melhor, veja os três principais crimes cujo, é pedido Bitcoin em troca:

Ciberterrorismo: esse crime é mais comum em países desenvolvidos e de conflitos políticos, mas também pode ser visto em larga escala em outros lugares do mundo. Consiste em ações premeditadas com motivações políticas cometidas, geralmente, contra governos, partidos e instituições governamentais. Também podem ser cometido amplamente contra civis.

Ciberativismo: crime praticado contra organizações que defendem determinadas causas. Esse cibercrime envolve roubo de informações e manipulações nos materiais que são divulgados ao público e à imprensa.

Roubo: envolve a utilização de computadores ou outros dispositivos para desviar fundos ilegalmente, roubar dados de outros indivíduos, empresas ou instituições, para realizar espionagem, roubo de identidade, fraude, plágio e pirataria.

Especificando melhor, seria como um sequestro digital! E recentemente, hackers invadiram sistemas de grande empresas do mundo inteiro, inclusive Brasil, pedindo em troca Bitcoins!

 

MERCADO

A moeda Digital, tem ganhado cada vez mais espaço dentro do mercado, porém deve-se saber investir em Bitcoins, e tomar muito cuidado nos bancos online onde está se comprando e vendendo.

Além disso, quando se possui bitcoins, todo cuidado é pouco, principalmente em questão à haters e vírus, nosso CEO Danilo Carlos é especialista em segurança digital, e conta um pouco sobre Haters, acesse aqui

 

 

Rebecca Dominguez
Rebecca Dominguez
Formada em Produção Publicitária na Universidade Anhembi Morumbi, encontrou o caminho certo para Marketing Digital onde engajou sua vida profissional em grandes empresas e Agências de Publicidade. Apaixonada por fotografia e conteúdo, tem um senso crítico e criativo que faz diferença na hora de interagir com seus clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *